The Neo Age

Neoage6

Na Mais Perfeita União

Parte 3 de 3 – A Tirania da Maioria

Alan Marsden é arrancado do controle de Unity e trazido de volta do Inconsciente Coletivo por uma descarga elétrica emitida por Valentine Miller. Infelizmente, Alan foi removido antes que pudesse identificar o ponto de origem de Unity.

Durante o trajeto de volta até o centro da cidade, o quarteto neo acaba decidindo por uma nova incursão de Alan no Inconsciente Coletivo. Em frente à biblioteca, eles estacionam o carro (fornecido por John Cleary) e colocam o plano em ação. Enquanto o telepata acessa o plano psíquico de dentro do carro, Jack, Nëil e Valentine protegem o veículo.

Alan se “simboliza” novamente no Inconsciente Coletivo, dessa vez, mais bem protegido, porém em uma área com uma infestação mais densa de vinhas. Nesse mesmo instante, no plano físico, a Reverenda Dra. Helen Whitfield sai às ruas e leva aos jovens heróis a mensagem de Unity: “o acordo foi rompido. Eles devem ser eliminados a qualquer custo”. Uma multidão portando pedras, garrafas, tacos de beisebol e outras armas avança em direção aos jovens. Ao mesmo tempo em que um grupo de moradores armados, próximos ao posto de gasolina, efetuam disparos contra o carro.

No plano psíquico, Alan reforça suas defesas e faz um rasante em direção à origem das vinhas que revidam sem penetrar as defesas do jovem telepata. No plano físico, Nëil constrói um “iglu” para proteger o carro dos disparos das espingardas dos moradores, Jack investe contra a multidão e Valentine comanda um redemoinho levando parte dos moradores para longe.

O espaço aberto por Alan entre as vinhas revela uma porta com um número. O mesmo número do quarto de Carol Molloy no hospital. A multidão envolve Jack que golpeia o solo para abrir espaço; Nëil se alça no ar com um tobogã de gelo enquanto dispara rajadas frias; Valentine convoca um novo redemoinho, dessa vez para lançar os moradores para perto dos atiradores (próximos ao posto de gasolina). Os disparos de espingarda fazem com que uma parte do iglu ceda.

Alan luta contra as vinhas e abre a porta. Em seu interior, vê um símbolo do Departamento de Polícia de Unity. Em um leito trazido do hospital Carol Molloy com as vinhas brotando de seus olhos, cabelos, boca e tronco. Alan avança e ataca Carol telepaticamente, apenas para descobrir que devido a grande reserva de mentes possuída por Unity é impossível derrotá-la no plano psíquico. O que quer que seja feito deve ser feito no plano físico.

Onde, Jack, Nëil e Valentine colocam em prática um ousado plano para deter a multidão enfurecida: Jack salta em direção ao posto de gasolina e com sua superforça arranca o tanque do subsolo jorrando gasolina para todos os lados; Valentine fornece então a faísca para a explosão por meio de um poderoso raio. A cidade de Unity estremece, o iglu cede, Jack é atingido pelas chamas e o carro quase capota. Porém, o plano dá certo e os habitantes feridos morrem ou são jogados à inconsciência.

Alan usa suas últimas energias para escapar de Unity no Inconsciente Coletivo e transmitir a seus colegas a localização de Carol Molloy: a delegacia de Polícia. Na mesma rua, um pouco mais à frente.

Sentindo o perigo, a polícia de Unity bloqueia a rua com suas viaturas. Jack, Nëil e Valentine investem contra o bloqueio. Uma neo superforte e outro capaz de transformar seu corpo em um enxame de abelhas juntamente com constantes reforços de habitantes tornam o combate mais difícil do que aparentava. Enquanto Jack parte para um combate corpo a corpo contra a neo superforte, Nëil (pelo térreo) e Valentine (pelo segundo andar) invadem a delegacia. Nëil tem seu caminho interceptado por mais policiais; Valentine encontra Carol Molloy em coma, porém, é atrapalhada por Annebelle Stewart que se engaja com ela em combate corpo a corpo.

O enxame de abelhas parte para auxiliar Carol. Jack e sua oponente destroem grande parte da igreja da cidade. Nëil é atrasado pelos policiais e Valentine é detida por Annebelle em combate corpo a corpo.

Com muito esforço, Jack derrota sua oponente e salta em direção ao segundo andar da delegacia. Nëil se livra dos policiais, chega ao segundo andar e dispara contra os aparelhos que mantinham Carol viva. O enxame se joga na frente da rajada e é derrotado. Por fim, Valentine consegue se livrar de Annebelle e, com uma rajada de vento, arremessá-la sobre os equipamentos que mantinham Carol Molloy e Unity vivos. Os sinais vitais de Carol Molloy zeram.

Aos poucos os habitantes de Unity vão voltando ao normal, embora muito confusos e com poucas memórias. Annebelle Stewart recupera a consciência e vai aos poucos se lembrando do que viera fazer em Unity: impedir os planos de sua avó. Impedir que Annebelle Lee Grandchamp conseguisse transferir seus padrões mentais para um novo corpo…um corpo sem mente… o corpo de Carol Molloy!

Epílogo:

A porta de um carro preto se abre. Carol Molloy, agora Annebelle Lee Grandchamp, entra e se acomoda, bem à vontade no banco traseiro.
“Para onde, Mademoiselle?” – pergunta o motorista, sem se virar, enquanto alcança no bolso interno de seu paletó uma cigarreira. Em sua gravata, um belo prendedor dourado.
“Para qualquer lugar”. Ele entrega a cigarreira e um isqueiro a Mademoiselle Grandchamp. Ela acende o cigarro.
“Para onde você quiser, John”.
John Cleary dá a partida no carro. Annebelle se refestela no banco traseiro e dá uma longa tragada. Cleary dirige para longe.

OBS: Saga baseada na aventura “A More Perfect Union” para Mutants & Masterminds.

Comments

Brunao

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.